domingo, 12 de abril de 2020

Ressurreição de Cristo




Rafael Sanzio, 1483-1520   -^-  ‘Ressurreição de Cristo’, 1499-1502

Ressurreição de Cristo, também conhecida como Ressurreição Kinnaird, é uma pintura a óleo sobre madeira do mestre do renascimento italiano Rafael. A obra é uma das primeiras pinturas conhecidas do artista, executada entre 1499 e 1502. É provável que seja um elemento de uma predela (*), tendo-se aventado a hipótese do painel ser uma das obras remanescentes do retábulo de San Nicola da Tolentino - a primeira encomenda documentada de Rafael (seriamente danificada por um terremoto em 1789, e cujos fragmentos encontram-se hoje dispersos em museus da Europa).

A Ressurreição Kinnaird é uma das primeiras obras conservadas de Rafael em que já se prenuncia a natureza dramática de seu estilo compositivo, em oposição à poética branda de seu mestre, Pietro Perugino. A composição, extremamente racional, é regida por uma complexa geometrização ideal, que interliga todos os elementos da cena e lhe confere uma peculiar animação rítmica, transformando as personagens do painel em co-protagonistas de uma única ‘coreografia’. É possível notar na pintura a influência estética de Pinturicchio e Melozzo da Forlì, embora a orquestração espacial da obra, tendente ao movimento, permita supor o conhecimento por parte de Rafael do ambiente artístico florentino, já por volta de 1500.

A obra, de uma fortuna crítica bastante contrastada, foi adquirida pelo Museu de Arte de São Paulo em 1954. Pietro Maria Bardi, então diretor do museu, assumiu a responsabilidade de incorporar a Ressurreição Kinnaird ao corpus de obras de Rafael, tomando por base a existência de dois estudos preparatórios para a composição, iniciando um acalorado debate sobre sua autoria. Atualmente, a atribuição a Rafael é quase consensualmente aceita pelos especialistas. É a única obra do artista conservada no hemisfério sul.


(*) Predela
Um retábulo de Carlo Crivelli: a predela é formada por uma sequência de quatro painéis, representando cenas da Paixão de Cristo.


Predela (do italiano predella) é uma plataforma ou pedestal sobre o qual se posiciona o retábulo de um altar. Nas artes visuais, define-se como predela um conjunto de pinturas ou esculturas que, dispostas lado a lado, formam a parte inferior de um retábulo. A predela tornou-se um elemento bastante importante na arte religiosa medieval e renascentista. Em geral, a sua função iconográfica é a de complementar a cena representada no painel central do retábulo através de pequenas narrativas representando episódios da vida de um santo, de Jesus ou da Virgem Maria. O padrão mais comum é o de frisos horizontais contendo entre três e cinco painéis.

As predelas são consideradas elementos bastante significativos na história da arte ocidental. Como eram consideradas figuras visuais acessórias do retábulo e estavam destinadas a serem somente vistas de perto, permitiam ao artista trabalhar com mais liberdade em relação às rígidas convenções iconográficas que vinculavam a cena do painel principal. Ao longo do tempo tornaram-se mais sofisticadas, até que, durante o Maneirismo, foram gradualmente deixando ser executadas, desaparecendo quase por completo com o advento do Barroco. Hoje, é bastante comum que os painéis que originalmente formavam predelas se encontrem dispersos em coleções públicas e privadas.



Fonte:  WP e dvs



(JA, 12-Abr20)



Um comentário:

  1. One of the most effective online on line casino websites isPlaying Legal, which offers online on line casino recommendations. (Federal Communications Law Journal, vol. fifty four, no. 1, December 2001). Hammer argues that individuals who do not gamble on the Internet undergo financially from online playing. The excessive prices of litigation and unpaid bills, he 카지노사이트 notes, are passed on by bank card companies to different customers within the form of larger rates of interest and costs. Taxpayer cash additionally funds federal and state lawsuits against online playing websites.

    ResponderExcluir